Nós Cremos

I – Cremos em Deus, que é único e um só, plena e eternamente subsistente em cada uma das três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo, com perfeita comunhão entre si (Jo 15:26).

II – Cremos na inspiração verbal e plena da Bíblia Sagrada, e que a revelação necessária para o homem é expressamente nela estabelecida ou pode dela ser deduzida, o que a faz única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter do cristão, nada podendo qualquer um acrescentar, reformar ou omitir-lhe sob qualquer alegação (Ap 22:18-20)

III – Cremos que Maria, ainda virgem, achou-se grávida por obra e graça do Espírito Santo e que após o nascimento de Jesus teve outros filhos, sem que, por este ou qualquer outro motivo, lhe devotemos adoração (Mt 13:54-56; Mc 6:3; Jo 2:3-5; Lc 1:46-48).

IV – Cremos que o Filho, achado na forma de homem, manteve-se sem pecado algum, dispondo-se à morte substitutiva e remidora, ressuscitando corporalmente dentre os mortos e subindo triunfante aos céus (Hb 4:15; I Co 15:3-4).

V – Cremos que o homem, havendo caído em pecado, foi destituído da glória de Deus, e que todos foram sujeitos à mesma condenação, para que unicamente por Jesus Cristo, desde de que em arrependimento e fé geradora de obras, fossem restaurados a Deus. E que, para tanto, necessitam os homens do novo nascimento, o que ocorre segundo o poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus. Que o homem, nascido de novo, já tem seus pecados perdoados para não viver mais segundo o poder do pecado, mas segundo a salvação presente e eterna justificação provida graciosamente por Deus segundo a fé no sacrifício de Jesus Cristo em seu favor (Rm 3:23; At 3:19; 2:38; Jo 3:5-7; Rm 5:1,2; Tt 3:4-7)

VI – Cremos no batismo como ordenança bíblica, determinada por Jesus Cristo, e que deve ser realizado por imersão do corpo inteiro uma só vez, no nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, a todo aquele que crê (Mc 16:16; Mt 28:19; Rm 6:3,4).

VII – Cremos que o homem deve e pode viver uma vida de santidade, agradecendo e agradando a Deus, capacitado pelo Espírito Santo inclusive a ser fiel testemunha de Jesus Cristo, participando da comunhão, do partir do pão e da comunhão entre os salvos (II Pe 3:13,14; At 2:42,43)

VIII – Cremos que a Igreja é única e santa, formada pela multidão incontável dos salvos de todos os tempos e lugares, formando o Corpo de Cristo, sendo edificada pelo Espírito Santo mediante os homens que ministram segundo ministérios, operações e dons espirituais, bem como pela instrumentalidade da Bíblia Sagrada, no fundamento dos apóstolos (I Co 3:11; 4:1,2; 12:4-6; 12:26,27; Ef 4:4-7).

IX – Cremos no batismo com o Espírito Santo, como ensina a Bíblia Sagrada, tendo como uma das evidências o falar em outras línguas conforme a Sua vontade. Cremos que também são concedidos à Igreja dons espirituais pelo Espírito Santo, conforme Sua vontade, sempre com propósito muito bem definido e que convergem à edificação da Igreja e à glorificação de Deus (I Co 14:1-3; 14:12-14; 14:26-33).

X – Cremos na vinda de Cristo, em duas fases distintas: primeiramente de forma invisível ao mundo e súbita para a Igreja, arrebatando-a ao Tribunal de Cristo e, em seguida, levando-a às Bodas do Cordeiro; e, passado algum tempo, de forma visível ao mundo e gloriosa com a Igreja, para reinar por mil anos sobre a Terra (II Ts 2:1-8; Ap 20:3-6).

XI – Cremos que todos os salvos comparecerão ante o Tribunal de Cristo, unicamente para receber ou não, a justa recompensa de obras em favor da causa cristã, sem que nisto haja possibilidade da condenação eterna (Rm 14:10; II Co 5:10).

XII – Cremos no juízo final em que Deus, definitivamente, justificará os fiéis e condenará os infiéis à eternidade, resultando aos fiéis a vida de gozo junto a Ele, e aos infiéis o tormento no lago de fogo e enxofre preparado para satanás e seus anjos ( Ap 20:11-15).

One thought to “Nós Cremos”

  1. Olá, boa tarde !
    Eu queria, com muita sinceridade, pedir a retificação do item IX. Pelo simples motivo: Eu não falo em outras línguas, logo, eu não sou batizado com o Espírito Santo, ou ainda, eu não sou cheio do Espírito Santo??? Sabe, eu não você que está lendo esse comentário agora, mas eu sofri por cerca de 4 anos achando que eu não era cheio do Espírito Santo e mais, achando que eu nem tinha o Espírito Santo! Sabe porque? Porque irmãos falavam para que eu precisava do “Batismo com o Espírito Santo” para ser cheio dEle. Quando na verdade, Jesus afirma: “Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva” – João 7;38. Eu me sentia mal, eu orava, fazia jejum, eu gritava, dava glória a Deus, eu ia lá pra frente quando chamavam para RECEBER O DOM. Me perdoe, se estou sendo rude.
    Todavia, eu não queria mais ver jovens sofrendo por tanto tempo como eu sofri. Glória a Deus eu compreendi o que diz a escritura: “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.” – Atos 1;8. Hoje eu entendo que crer em Jesus e ser testemunha dEle é uma evidência que tenho e sou cheio do Espírito Santo. Além disso, a Bíblia ainda afirma: “Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança” – Gálatas 5:22. Logo, se eu tenho o Espírito Santo e sou cheio dEle é esse tipo de fruto que irei evidenciar (e não falar em línguas na frente de outros).

    Com amor e preocupação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.