OMN

Oferta Missionária Nacional 

 

 Estatuto, no Artigo 66 – § 2.º 
– As igrejas O Brasil para Cristo levantarão uma oferta especial intitulada “oferta missionária” a cada mês, sempre no terceiro domingo e a encaminharão ao Conselho Nacional, a fim de que o mesmo aplique na expansão da Igreja.

Desde o ano de 2006, o 3º Domingo do mês é o Dia Oficial da Denominação Investir em Missões através da OMN. Não fique de fora!!!

Carnê de Pagamento
Desde Junho de 2015 o Conselho Nacional passou a enviar carnês de pagamento para todo ano. Antes dessa data os boletos eram enviados mensalmente.

Pagamento e distribuição da OMN
O valor arrecadado de OMN deve ser repassado pelas igrejas ao Conselho Nacional através de boleto bancário. Todo valor recebido é investido 100% em missões. De forma geral a distribuição ocorre da seguinte maneira: 60% para projetos dentro do Brasil, administrados pelo Conselho Nacional e 40% para projetos transculturais, administrados pela Missão Desafio.

Datas 2017
Boleto com vencimento em/refere-se a oferta recolhida em:

* 23/01/2017 = oferta recolhida no terceiro domingo de janeiro/2017
* 23/02/2017 = oferta recolhida no terceiro domingo de fevereiro/2017
* 23/03/2017 = oferta recolhida no terceiro domingo de março/2017
* 23/04/2017 = oferta recolhida no terceiro domingo de abril/2017
* 23/05/2017 = oferta recolhida no terceiro domingo de maio/2017
* 23/06/2017 = oferta recolhida no terceiro domingo de junho/2017
* 23/07/2017 = oferta recolhida no terceiro domingo de julho/2017
* 23/08/2017 = oferta recolhida no terceiro domingo de agosto/2017
* 23/09/2017 = oferta recolhida no terceiro domingo de setembro/2017
* 23/10/2017 = oferta recolhida no terceiro domingo de outubro/2017
* 23/11/2017 = oferta recolhida no terceiro domingo de novembro/2017
* 23/12/2017 = oferta recolhida no terceiro domingo de dezembro/2017

Em resumo, a oferta recolhida no mês é paga no mesmo mês (diferente dos dízimos que são recolhidos num mês e pagos no mês seguinte às Convenções).

Perguntas Frequentes

1- Sou uma congregação, devo contribuir com a Oferta Missionária Nacional?

 Sim, a contribuição da Oferta Missionária Nacional deve ser efetuada por todas as igrejas, sendo sede ou congregação.

2 – Sou a igreja sede e possuo outras congregações, posso efetuar a contribuição de forma agrupada, ou seja, uma única oferta pelo campo?

O ideal é que cada igreja ou congregação faça sua contribuição individualmente, para que todos constem no relatório oficial da OMN. Caso o caixa seja centralizado na igreja sede, sugerimos que a mesma fique com todos os carnes das congregações e faça o pagamento individual.  

3 – Minha igreja não recebeu o carnê. O que faço?

Entre em contato com o Conselho Nacional para verificarmos/atualizarmos o  endereço. Se não receber seu boleto até o dia 15, ligue imediatamente para o Conselho Nacional e solicite a segunda via.

4 – Minha igreja contribuiu com a Oferta Missionária Nacional para Missão Desafio. Posso continuar a contribuir assim?

Não. A OMN deve ser paga ao Conselho Nacional, pois é o órgão que administra esses valores. Se estiver recebendo boletos da Missão Desafio e não sabe por que, entre em contato com a Missão Desafio para esclarecer a situação.

A Missão Desafio é o órgão oficial de missões transculturais de nossa denominação e ela tem igrejas parceiras que se inscreveram voluntariamente para doar outras ofertas, chamadas “Sustento Missionário”.

As receitas da Missão Desafio provem, basicamente, de: 40% da OMN, parte dos valores doados aos Escritórios Regionais e esta oferta chamada Sustento Missionário.

O que deve ficar claro é que toda Oferta do 3º domingo do mês deve ser destinada ao Conselho Nacional que fará administração dos valores. Se a igreja quiser se comprometer com um valor a mais para essa área através da Missão Desafio será um ganho para o reino. Só não podemos confundir. Se tiver outra dúvida entre em contato com o Conselho Nacional.

5 – Fiz a contribuição da Oferta Missionária Nacional e não constou no relatório. Não identificaram o meu pagamento?

Verifique no Almanaque OBPC em Foco qual o mês da publicação, pois normalmente publicamos as informações do mês anterior. Se esse não for o caso, entre em contato com o Conselho Nacional para verificarmos o ocorrido. Algumas opções para esse fato ter acontecido: Pode ser que a igreja tenha feito depósito e não enviado comprovante; Pode ser que a igreja tenha feito o pagamento em uma loja credenciada (ex: correios, supermercado, etc) e isso, faz com que o Conselho Nacional receba o valor após 5 dias (ou seja, se o pagamento for no dia 30, o Conselho Nacional só recebe o retorno no dia 04 do outro mês).

Para evitar esse problema sugerimos que:

  1. a) A igreja sempre utilize o boleto bancário. Caso faça depósito, é obrigatório enviar o comprovante para [email protected]
  2. b) A igreja faça o pagamento do boleto no máximo até o dia 23 de cada mês para que seja retornado ao Conselho Nacional dentro do mesmo mês.

Se o problema não for nenhum desses, entre em contato para verificarmos.

6 – Esquecemos de pagar o boleto do mês anterior. Podemos somar com o valor da oferta atual?

Não. Com a implantação do carnê, cada boleto representa o mês de pagamento. Pague cada oferta com seu boleto de referência. A oferta atrasada, mesmo com boleto vencido, pode ser paga na Caixa e Lotéricas. Procure fazer seus pagamentos em dia. Seja exemplo.  Isso é saudável para a igreja e facilita o trabalho da administração.

7 – Onde está sendo aplicado o dinheiro da OMN atualmente?

O Conselho Nacional busca a máxima transparência. Publicamos mensalmente todas as receitas e investimentos da OMN no “Almanaque OBPC Em Foco” – enviado a todos pastores, presbíteros e evangelistas da Igreja OBPC.  Em resumo, o relatório é feito da seguinte forma:

  • Colocamos a receita total (valor da OMN de todas as igrejas somadas).
  • São descontados os custos operacionais (administração, funcionários, gráfica, correio, tarifas, etc)
  • São descontados os valores de cada Escritório Regional. De forma resumida, os Escritórios Regionais são braços da Missão Desafio e do Conselho Nacional com a função de motivar as igrejas a se envolver em Missões. Cada Escritório Regional tem uma finalidade distinta para a utilização da verba missionária (tanto em missões locais quanto nos próprios projetos da Missão Desafio).
  • 60% desse saldo é distribuída para os Projetos Nacionais (60%), cuja administração é feita pelo Conselho Nacional através da Gestão Nacional de Missões.
  • 40% desse saldo é distribuída para os Projetos Transculturais, cuja administração é feita pela Missão Desafio
  • O Almanaque OBPC em Foco apresenta quanto foi investido em cada um dos projetos.Também apresenta quanto cada igreja do Brasil doou para a OMN e o percentual de igrejas contribuintes por Convenção.

8 – Fiz depósito no mês passado, mas não informei. É possível alterar o relatório publicado do mês passado?

Não. O relatório  do mês anterior, após concluído, é fechado e não pode ser modificado. Sugerimos que a contribuição seja efetuada  pelo boleto bancário justamente para não ocorrer esse tipo de problema. No caso de depósitos, se faz necessário informar o Conselho Nacional dentro do prazo.

9 – Onde busco informações sobre os projetos para comunicar na minha igreja?

Essas informações podem ser buscadas tanto no Conselho Nacional como na Missão Desafio. Temos alguns canais de comunicação onde essas informações estão publicadas como, por exemplo: Facebook do Conselho Nacional, aqui no próprio site e também nos Almanaques, que são enviados mensalmente para a residência de todos os Ministros e Oficiais devidamente cadastrados no Conselho Nacional.