Aprendendo a passar pelo deserto!

Oséias 2.14
“Deus disse ao povo de Israel: Vou seduzir a minha amada e levá-la de novo para o deserto, onde lhe falarei do meu amor.”
Um dos versículos mais conhecidos do povo cristão contém a afirmação de Cristo sobre as dificuldades da vida. Lá Ele disse: “No mundo tereis aflições.” Certamente você já leu ou ouviu falar sobre esse texto, mas ainda que nunca tenha ouvido sabe que o mesmo é verdadeiro, pois todos sofrem. Sei que seria mais atraente escrever um texto que ensinasse como evitar o sofrimento e nunca passar por dificuldades, mas é impossível parar de sofrer! Apenas o fato de vivermos fora do nosso habitat natural (lembre-se que fomos criados para viver no paraíso) já é causa de sofrimento e dor. Não gostamos de preocupações e ansiedades, mas enfrentamos diariamente situações que nos expõem a essas coisas, então sofremos. Não temos como evitar situações que infringem sofrimento, mas podemos nos preparar para melhor enfrentá-las e é sobre isso que desejo escrever. Acredito que a primeira lição a aprendermos sobre o sofrimento está relacionada com a fé, ou seja, a fé de que existe um propósito divino e elaborado em amor para o nosso bem quando surgem os problemas. Note que o texto bíblico informa que Deus vai atrair seu povo para o deserto (lugar de sofrimento) para falar com carinho ao seu coração. É no sofrimento que nos tornamos mais sensíveis e ficamos mais compenetrados, e embora Deus pudesse e, creio, que até preferisse mostrar seu carinho a nós sem a necessidade do deserto, se faz necessário o deserto para sairmos das distrações e ouvirmos sua voz. No conforto e bem estar nos acomodamos e distraímos em relação às coisas de Deus. Tome duas providências: Quando no deserto, tente aprender algo e quando fora dele, procure ser mais sensível a Deus, talvez assim Ele não precise te levar para lá.

Pr. Joel Stevanatto